Saúde

Saiba quando tomar e quais são os efeitos da vacina contra febre amarela

Escrito por Drogarias Brasil

Vacina da febre amarela! Você já tomou a sua dose? Quando foi a última vez que conferiu a sua caderneta de vacinação para conferir se não está faltando nada? 

Ao decorrer deste artigo você saberá um pouco mais sobre a doença que tem assustado os brasileiros, os motivos de tanto alarde sobre a doença que até pouco tempo havia sido erradica do país, quais suas causas e, principalmente, a melhor forma de prevenção.

Afinal de contas, o que é a febre amarela?

Causada por um vírus, a febre amarela é uma doença infecciosa transmitida através de 2 formas: febre amarela urbana, quando é disseminada pelo Aedes Aegypti, ou pelo modo silvestre, através do Haemagogus e Sabethe. Desta forma a doença pertence a especificação das arboviroses — quando o vírus é conduzido por insetos.

Ao contrário do que alguns dizem, os macacos não são os responsáveis pela propagação da doença. Assim como os humanos, os animais têm sofrido tanto com os sintomas do problema quanto com a brutalidade dos indivíduos.

Mais comum na América do Sul e na África, o problema pode ser considerado agudo e hemorrágico quando agravado. A doença provoca tons amarelos no corpo, também conhecidos como icterícia, e hemorragias.

Apontado como extremamente perigoso, quando descobertos rapidamente, os sintomas da febre amarela podem ser tratados e a cura atingida.

Vacina da febre amarela e a dose fracionada

Com o surto de febre amarela espalhada pelo país, a Organização Mundial de Saúde (OMS) autorizou a oferta de doses fracionadas com o intuito de garantir que mais pessoas possam ser imunizadas.

Com a redução, o paciente recebe uma dose menor do que antigamente era prescrito, mas também garante a imunidade contra a doença. Nesse caso, um flaconete com 5 doses padrões pode garantir que 25 pessoas estejam prevenidas.

A diferença entre a porção padrão e a fracionada, é que a primeira durará a vida inteira, já a segunda precisará ser reforçada daqui 8 anos.

Uma dica: quem for viajar a países que exigem o certificado internacional de vacinação contra a doença, deverá tomar a vacina padrão e não a fracionada.

Quem pode tomar a vacina?

A vacina em dose padrão pode ser administrada em bebês a partir dos 9 meses. Já a fracionada só poderá ser aplicada em crianças acima dos 2 anos e em pessoas sem histórico de doenças graves.

Pacientes que apresentam alterações no sistema imunológico ou mutações hematológicas só devem ser vacinados sob orientação médica.

Se você já tomou uma dose, mesmo que há 10 anos, fique tranquilo que não precisará de reforço. Vale lembrar que os efeitos colaterais da vacina são mínimos: dor no local da aplicação e um pouco de febre e dor de cabeça após 5 ou 10 dias. 

Outras formas de prevenção

Pessoas que não podem ser medicadas devem redobrar os cuidados em casa. Colocar telas nas janelas, usar repelente diariamente e optar por roupas que cubram todo o corpo ao sair são apenas algumas das maneiras para prevenir.

A vacina da febre amarela está disponível, gratuitamente, nas Unidades Públicas de Saúde da sua cidade e também em alguns convênios médicos onde os custos variam entre R$150,00 e R$200,00.

Agora que você já sabe a importância da vacina da febre amarela, que tal viralizar essa notícia e espalhar a conscientização? Compartilhe este post nas redes sociais e faça a sua parte para ajudar a erradicar a doença.

Sobre o autor

Drogarias Brasil

Deixar comentário.