Saúde

Período de chuva: saiba quais são as doenças mais comuns nessa época

Escrito por Drogarias Brasil

O verão brasileiro é conhecido mundialmente pelo sol intenso e pelas lindas praias. O que poucos parecem lembrar é que a estação também é um grande período de chuva.

Embora tenha diversos benefícios para o meio ambiente, o aumento da pluviosidade nas épocas mais quentes pode, por incrível que pareça, favorecer o surgimento de diversas doenças.

Quer saber quais são as enfermidades associadas ao período de maior precipitação de chuva e descobrir por que isso acontece? Continue a leitura!

Por que contraímos doenças nessa época?

Apesar de ser essencial para a vida, a água também é fundamental para que diversos organismos completem o seu ciclo reprodutivo, como os mosquitos, que colocam seus ovos em locais onde há água parada.

Outro fator que contribui para o aumento da incidência de certas doenças no período mais chuvoso é a ocorrência de enchentes, que causam problemas de higiene e favorecem a proliferação de bactérias, além de facilitar o seu transporte.

Quais são as enfermidades mais comuns do período de chuva?

Agora, que você já conhece a ligação entre o índice de chuvas e a ocorrência de algumas doenças, que tal saber um pouco mais sobre as principais enfermidades dos verões chuvosos?

Diarreias

Embora não sejam exatamente uma doença, mas um sintoma de que algo está errado, as diarreias se tornam ainda mais comuns nas épocas chuvosas. A razão é a falta de higiene decorrente do acúmulo de água em determinados locais.

Podendo ter origem bacteriana, fúngica ou ocasionar-se de uma simples virose, o problema é normalmente autolimitante, ou seja, se resolve sozinho em poucos dias. O principal tratamento é a reposição hídrica, já que a perda excessiva de água por meio das fezes pode levar a um episódio sério de desidratação.

Dengue

Quem nunca ouviu falar sobre dengue, zika e chikungunya, não é mesmo? Todas essas doenças são transmitidas pelo mesmo mosquito, o Aedes aegypti, que também é o responsável pela transmissão da febre amarela.

A doença mais famosa — e perigosa — entre as três é a dengue, que apresenta sintomas como fortes dores nas articulações e músculos, inchaços, dores de cabeça, febre alta, fadiga extrema e erupções cutâneas. Possui variações, como o tipo hemorrágico, que põe a vida das pessoas em risco.

A sua prevenção é feita com o controle dos focos de água que servem para que os mosquitos façam o depósito de seus ovos, e o principal tratamento consiste no suporte da hidratação.

Micose

Um dos problemas de pele mais comuns, as afecções fúngicas podem atingir diversas áreas do corpo, de vários modos diferentes. Isso acontece porque os fungos são uma das maiores classes do planeta em quantidade, além de serem extremamente resistentes.

Os seus sinais incluem manchas na pele e coceira intensa. O contágio se dá por meio do contato com água contaminada, e o tratamento pode ser feito por via oral ou tópica, com o uso de antimicóticos.

Leptospirose

Conhecida pelo seu modo de transmissão — a urina dos ratos —, essa doença inclui sintomas como febre e dores pelo corpo, como os de uma gripe comum. No entanto, formas mais graves podem causar lesões renais e outras complicações.

O melhor modo de prevenção é se manter longe de possíveis focos de urina. O tratamento é feito com o uso de antibióticos e cuidados com a hidratação.

Malária

É uma doença infecciosa muito séria, de desenvolvimento no fígado e que causa a destruição das células vermelhas do sangue. Os seus principais sintomas são pele amarelada e febre extremamente alta, além de dores musculares e cansaço.

A transmissão ocorre por meio da picada do mosquito Anopheles, e o tratamento é feito com medicamentos específicos. Para se prevenir, é necessário usar roupas que cubram bem a pele e repelentes.

Como podemos ver, o período de chuva pode favorecer o surgimento de diversas doenças, algumas muito sérias e que podem ser extremamente prejudiciais para os seres humanos. Por isso, no verão, redobre os cuidados com a prevenção! E lembre-se: em caso de sintomas, procure um médico.

Você sabe de alguma dica infalível para manter tais doenças bem longe de casa? Compartilhe com a gente nos comentários!

Sobre o autor

Drogarias Brasil

Deixar comentário.