Saúde

O que é melasma? Saiba tudo sobre essas manchas da pele!

Escrito por Drogarias Brasil

Rosto com manchas em tons amarronzados. Braços e colo com pequenos pontos escuros. O melasma tem se tornado cada vez mais comuns nos dias de hoje e, principalmente, em pessoas que não fazem uso de um bom protetor solar.

Neste artigo, você descobrirá o que é melasma, quais as principais causas e como se prevenir contra esse problema.

O que é melasma?

O melasma é caracterizado por manchas escuras que surgem, na maioria das vezes, no rosto (têmporas, buço e testa), mas que também podem estar nos braços, costas e colo. Trata-se de um distúrbio na pigmentação da pele, que aparece de modo assimétrico, variando de intensidade e forma de pessoa para pessoa.

Fatores hormonais, anticoncepcionais, predisposição genética, exposição ao sol sem proteção, gravidez, tireoide desregulada ou menopausa são apenas alguns dos motivos que resultam na alteração.

O melasma acontece quando as células responsáveis pela produção de melanina, os melanócitos, produzem em excesso a substância em determinadas áreas, escurecendo o local.

Quando essa pigmentação aparece, ela pode estar na epiderme (no superficial da pele), na derme (camada mais profunda) ou atingir os 2 níveis.

Principais dúvidas a respeito do melasma

Para que você possa entender melhor as causas mais comuns do melasma, respondemos, a seguir, as perguntas mais clássicas.

1. Quem tem melasma não pode tomar sol?

Desde que use um protetor solar de boa qualidade, é possível tomar sol. Se possível, um protetor solar com cor também ajuda a filtrar ainda mais as radiações e prevenir o surgimento de manchas.

2. Depilação causa manchas?

Qualquer método que irrite a pele pode estimular o aumento de produção de melanina. Por isso, muito cuidado ao realizar os procedimentos (laser ou cera) e certifique-se de estar nas mãos de um bom profissional.

3. As mulheres têm mais tendência ao melasma?

Devido a fortes fatores hormonais, as mulheres estão mais suscetíveis ao problema. As grávidas devem redobrar os cuidados — já que nessa fase o aumento da produção de estrógeno e progesterona contribui para o aparecimento de manchas.

4. Pessoas brancas têm mais possibilidade de desenvolver o melasma?

Pelo contrário! Nesse caso, a pele negra está mais sujeita ao problema. A concentração de melanina, nesse tipo de pele, é mais intensa. Por consequência, os procedimentos estéticos para a remoção das manchas costumam ser mais agressivos.

5. Qual o tratamento mais indicado para o melasma?

Infelizmente, não é possível extinguir o problema, mas é possível controlar com acompanhamento de um dermatologista. O tratamento mais indicado é o peeling, que consiste na aplicação de ácidos para promover o clareamento.

Também é possível realizar sessões à lasers, método que quebrará as moléculas de pigmento da mancha, sem danificar a pele. E por último, pode se fazer um microagulhamento. Com o auxílio de pequenas agulhas, são inseridas substâncias clareadoras na pele através das microperfurações.

Previna-se!

A prevenção é a principal forma de não sofrer com o melasma. Mesmo em dias nublados, aplique o filtro solar pela manhã e reaplique ao longo do dia.

No verão, abuse do protetor solar e, mesmo que trabalhe o tempo todo em um escritório fechado, lembre-se que as luzes artificiais também podem manchar a pele. Na praia, além do filtro, não esqueça o boné, óculos escuros e o guarda-sol.

Bom, agora que você já descobriu o que é melasma e como se prevenir, confira o nosso artigo sobre manchas na pele e saiba como cuidar melhor de você!

Sobre o autor

Drogarias Brasil

Deixar comentário.